domingo, 16 de agosto de 2009

About twitter...

Vamos divagar sobre o twitter. Hoje a Gabs (no passado você poderia chamá-la de Fernandão.) veio falar que leu sobre o meu sábado e que riu da minha cara. Veio-me uma pergunta na cabeça: Eu tenho cara de palhaça? O ser humano só se contenta em ver a desgraça alheia, mas voltando... Ela disse que riu principalmente da parte em que eu disse estar fazendo prova na sala três. Eu traduzo os seus pensamentos: Isso é triste. Bom, em uma conversa produtiva de vai e vens e – demasiadas – bobagens, eu falei:
- Flw me on twitter.
- Twitter de cu, é rola.
- Eu curto.
- É a maior viadice isso.
- Eu não acho viadice, é legal.
- Você acha que eu vou ficar falando sobre o que eu estou fazendo agora? Tudo que eu faço é super secreto. Sou do FBI.
- Pensando sobre esse aspecto, é uma invasão de privacidade. Você larga no twitter: Fui ali descarregar o barro, volto logo. Isso porque só são 140 letrinhas, com mais caracteres disponíveis você ainda acrescentaria: Cinco minutos porque a cabeça da criança sempre demora de sair.
- É, man... Ou se não: Caguei em 25 segundos, vou entrar pro guiness.
Eu gosto do twitter, lá tem gente hype, tem gente estranha... Tem Maradona. (Falei dele pra ele se orgulhar.) E no mundo atual todo mundo sabe o que você faz... Desde que inventaram o Orkut a privacidade foi extinta. Voltarei em flashes ao longo da noite. Ou não. É só uma possibilidade.

Follow me on twitter. E não venha dizer que twitter de cu é rola. Isso saturou

2 comentários:

  1. Vc virou Jorginho de saia.kkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Que sambão animado!! Adorei a imagem turva formando o Jorge em segundo plano..rsrs

    A questão do flw me on twitter ser rejeitada é que as pessoas só entendem o óbvio. Pobres em pensamento...

    Inté

    ResponderExcluir